IMPLANTAÇÃO DA FARMÁCIA CLINICA NO USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS EM UPA´S E HOSPITAIS

RESUMO
No presente estudo, pretende-se demonstrar a importância do farmacêutico clínico nas Unidades de Pronto Atendimento (Urgências e Emergências), em relação a assistência farmacêutica, ao armazenamento, controle, dispensação, distribuição, correlatos, orientações ao paciente e à equipe multidisciplinar, com redução dos custos, propiciando assim um vasto campo de atuação do profissional farmacêutico. Percebe-se que o número de farmacêuticos clínicos que atua neste setor é limitado, isso porque a maioria dos hospitais tem esse tipo de serviço terceirizado, mas vemos que funciona bem melhor do que no SUS (Sistema Único de Saúde e UPA´S). Portanto, visa-se a necessidade da presença do profissional farmacêutico em Pronto Atendimento (Urgências e Emergências), assumindo a responsabilidade ao paciente junto com a equipe multidisciplinar, implementando e monitorando toda a conduta terapêutica estabelecida, assegurando assim, confiança, comunicação e cooperação com os demais profissionais, tomando decisões conjuntas para serem mantidas.

AUTORES:
Rafaela Santos de Oliveira
Natália Marques Barbosa Dias
Luiz Alberto Barbosa
Paulo Roberto de Azevedo Souza
Vivian Soares