O ESTRESSE OCUPACIONAL NA CONSTRUÇÃO CIVIL: UMA ANÁLISE SOBRE A PREDISPOSIÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DA SÍNDROME DE BURNOUT

RESUMO
O estresse ocupacional se configura como um dos males do século XXI. A sociedade, cada vez mais globalizada, exige sempre mais demandas do indivíduo, e o trabalho, por ter significado expressivo na vida em sociedade, pode se tornar fonte de esgotamento físico, mental e, consequentemente, emocional. Nos últimos anos, vem sendo dispensada especial atenção às consequências que o esgotamento mental, provocado pelas condições e/ou ambiente de trabalho, causa no indivíduo. Com destaque para a síndrome de burnout no setor da construção civil. O objetivo deste trabalho é analisar os estudos realizados nesta área, buscando apresentar o cenário nacional neste problema e investigar suas possíveis causas e medidas que podem ser tomadas, para prevenção e encaminhamento dos casos já existentes.

AUTORES:
Sandilla Santana de Oliveira
Tatiana Queiroz Cordeiro da Silva
Silane Mattos Peres